O extremo Sílvio de Sousa declarou-se disponível para o 'draft' da Liga norte-americana de basquetebol (NBA) de 2019, tornando-se o segundo angolano a poder ser escolhido para a competição.

Numa mensagem na rede social Instagram, Sílvio de Sousa, que atuava na Universidade de Kansas, mostrou-se disponível para o 'draft' - cerimónia em que as equipas da NBA escolhem os novos jogadores -, embora não descarte a possibilidade de continuar a jogar o campeonato universitário.

Contudo, Sílvio de Sousa está suspenso por dois anos pela NCAA (Associação do Desporto Universitário), por violação dos regulamentos, uma vez que o seu empresário aceitou dinheiro para que o extremo escolhesse a Universidade de Kansas.

O basquetebolista, de 20 anos e de 2,06 metros, foi campeão africano de sub-16 (2013) e de sub-18 (2016), no qual foi escolhido como o jogador mais valioso.

Antes, o compatriota Bruno Fernando, que representa os Maryland Terrapins, também já tinha assumido a disponibilidade para ser escolhido no ‘draft' da NBA de 2019.

Sílvio de Sousa e Bruno Fernando podem tornar-se nos primeiros angolanos a jogar na NBA, depois de Carlos Morais ter sido escolhido em 2013 pelos Toronto Raptors, embora nunca tenha jogado um encontro oficial.

Antes, Gerson Monteiro chegou a fazer testes nos San Antonio Spurs, mas também não ficou no plantel.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.