Nem o combate do século pode agradar a gregos e troianos. Oscar de La Hoya e Bob Arum, dois conhecidos promotores de boxe, consideram que a luta entre Floyd Mayweather e Conor McGregor, vencida pelo norte-americano, foi uma "farsa".

"Podemos ver o vídeo para comprovar que tudo o que foi encenado no ringue foi patético. Como já tínhamos dito, tratou-se de uma burla milionária, permitida por aqueles que deviam zelar pela integridade da modalidade", atirou o antigo pugilista, em declarações citadas pelo jornal espanhol Marca.

Bob Arum, que foi preterido na promoção do combate pelo presidente da UFA, Dana White, corroborou.

Vídeo: O momento do knockout de Mayweather a McGregor
Vídeo: O momento do knockout de Mayweather a McGregor
Ver artigo

"Não tenho nada de novo a dizer. Adiantámos que era tudo uma montagem e uma lamentável exibição cuja única finalidade era enganar os fãs. Ambos deram um espetáculo lamentável. Um porque nem sabia posicionar-se, nem muito menos colocar um golpe que até os meninos que começam a aprender no ginásio sabem. O outro por não destroçar o rival desde o primeiro assalto. Foi o combate mais estranho da história de Las Vegas", acrescentou Arum, também citado pela Marca.

Mayweather vai encaixar 291 milhões de euros pelos 29 minutos do combate frente ao irlandês. O que significa que o 'Money' reforçou ainda mais o seu epíteto, ao ganhar a 'módica' quantia de 12 milhões de dólares por cada minuto no ringue.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.