O britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott) venceu hoje a terceira etapa da Volta à Catalunha em bicicleta, subindo ao segundo posto da geral individual, ainda liderada pelo belga Thomas de Gendt (Lotto Soudal).

Na subida à estância de esqui Vallter 2000, nos Pirenéus, o britânico impôs-se ao fim de 5:02.18 horas, necessárias para cumprir os 179 quilómetros, cortando a meta primeiro do que outros três corredores que chegaram com o mesmo tempo.

O colombiano Egan Bernal (Sky) foi segundo, o irlandês Daniel Martin (UAE Emirates) foi terceiro e o também colombiano Nairo Quintana (Movistar) foi quarto, enquanto Thomas de Gendt, líder desde o primeiro dia, ‘aguentou’ a liderança, embora tenha cedido 2.22 minutos para a frente.

O belga tem agora uma vantagem de 27 segundos sobre Yates, de 30 sobre Bernal e 33 sobre Daniel Martin, enquanto Quintana é quinto a 35 segundos e o colombiano Miguel Ángel López (Astana) sexto a 39, com o restante pelotão a mais de um minuto.

O espanhol Alejandro Valverde (Movistar), atual campeão do mundo de estrada e vencedor das últimas duas edições da prova, perdeu hoje tempo e saiu do segundo lugar, ao ceder 2.19 minutos para a frente da corrida, sendo agora 25.º.

O português Ricardo Vilela (Burgos-BH) subiu hoje 14 posições, para o 50.º posto na geral, ao ser 56.º na etapa, enquanto o colega de equipa José Neves subiu a 94.º. Rui Oliveira (UAE Emirates) segue em 154.º, após cortar a meta em 160.º.

Na quinta-feira, os ciclistas saem de Llanars para uma ligação de 150,3 quilómetros a La Molina, de novo nos Pirenéus, com três contagens de montanha de primeira categoria, a última delas a coincidir com a meta.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.