A Pequena Sereia de Copenhaga será ‘testemunha’ da partida da Volta a França de 2021, num traçado que inclui um contrarrelógio no primeiro dia e a etapa mais setentrional das 108 edições da prova no segundo, foi hoje revelado.

A 108.ª edição do Tour, cujo ‘Grand Départ’ foi hoje apresentado em Vejle, arrancará em 02 de julho nas ruas de Copenhaga com um ‘crono’ talhado para “os roladores mais explosivos”, explicou o diretor da prova, Christian Prudhomme.

Nesses 13 quilómetros planos da primeira tirada, os ciclistas vão ‘visitar’ a Cidadela de Copenhaga e o ponto turístico mais emblemático de Copenhaga, a Pequena Sereia.

Já a segunda etapa foi desenhada para os ‘amantes’ das clássicas, com os 199 quilómetros entre Roskilde e Nyborg a incluírem 18 quilómetros sujeitos a ventos fortes na travessia do estreito de Grande Belt.

“Haverá um cenário excecional, jamais visto desde 1903 [ano da primeira edição do Tour]”, congratulou-se Christian Prudhomme, recordando que nunca a prova teve uma incursão tão a Norte no planisfério.

A terceira etapa, agendada para 04 de julho de 2021, disputar-se-á entre os fiordes, ligando Vejle a Sønderborg, no total de 182 quilómetros.

A Dinamarca é o 10.º país estrangeiro a acolher o ‘Grand Départ’ da Volta a França, depois de Países Baixos, Bélgica, Alemanha, Suíça, Luxemburgo, Espanha, Irlanda, Grã-Bretanha e Mónaco.

Após ter partido de Bruxelas no ano passado, o Tour regressa este ano a ‘casa’, com o início da 107.ª edição a acontecer em Nice, em 27 de junho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.