O português João Almeida foi hoje 28.º classificado no contrarrelógio individual de sub-23 dos Mundiais de ciclismo de estrada, marcado por muitas quedas devido ao piso escorregadio e conquistado pela terceira vez consecutiva pelo dinamarquês Mikkel Bjerg.

João Almeida gastou mais 2.50 minutos para percorrer os 30,3 quilómetros entre as cidades inglesas de Ripon e Harrogate do que Bjerg, que terminou com o tempo de 40.20 (média de 45,074 km/h).

O dinamarquês, de 20 anos, impôs-se por uma margem confortável aos norte-americanos Ian Garrison e Brandon McNulty, que concluíram a prova a 27 e 28 segundos, conquistando as medalhas de prata e de bronze, respetivamente.

André Carvalho, 42.º classificado, a 3.41 minutos do vencedor, foi o outro ciclista português em ação, num contrarrelógio muito perturbado pela chuva, que deixou várias zonas do percurso alagadas e esteve na origem de várias quedas.

A seleção portuguesa, orientada por José Poeira, participa com 14 atletas nos Mundiais de ciclismo de estrada, que se disputam entre 22 e 29 de setembro no condado de Yorkshire, em Inglaterra.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.