Os Mundiais de ciclismo de estrada, agendados entre 20 e 27 de setembro em Aigle-Martigny, na Suíça, foram hoje cancelados, devido às restrições impostas devido à pandemia de covid-19, anunciou hoje a União Ciclista Internacional (UCI).

As autoridades federais suíças decidiram proibir grandes manifestações “com mais de 1.000 pessoas” até 30 de setembro.

“Atendendo a isso, a organização dos campeonatos do mundo é impossível, tanto mais que 45 países estão sujeitos a quarentenas para entrada na Suíça em 08 de agosto, o que não permitiria o evento com o impacto desejado, com 1.200 corredores de 90 países", lamentou a UCI, em comunicado.

A organização dos Mundiais reconheceu ainda que "com 11 eventos em oito dias" e que "a especificidade de uma corrida num circuito, em termos de distanciamento social e fluxo de espetadores, são um obstáculo intransponível".

Grande parte das provas do principal escalão do ciclismo mundial WorldTour foram adiadas devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus para depois de setembro, começando em 29 de agosto com a Volta a França.

Além do Tour, que vai decorrer entre 29 de agosto e 20 de setembro, também a Vuelta foi adiada para entre 20 de outubro a 08 de novembro e o Giro para o período entre 03 a 25 de outubro.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 743 mil mortos e infetou mais de 20,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.