As três primeiras etapas da Volta a Itália em bicicleta, que deveriam decorrer na Hungria entre 09 e 11 de maio, foram canceladas por decisão do governo húngaro, devido à pandemia do Covid-19.

“A Hungria não poderá organizar as três primeiras etapas do Giro de Itália”, indicou Mariusz Revesz, delegado do governo para a organização da prova, acrescentando já ter informado os seus homólogos italianos.

As etapas na Hungria deveriam decorrer em Budapeste, Gyor e Szekesfehervar/Nagykanizsa.

O responsável explicou que o objetivo das partes continua a ser o de iniciar a competição na Hungria em outra ocasião, sem, no entanto, esclarecer, se a competição, que tem a sua primeira etapa em Itália em 12 de maio, foi adiada.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.900 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

A Itália é o segundo país com mais casos de pessoas infetadas a seguir à China, com 15.113 diagnósticos e 1.016 mortes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.