O dinamarquês Jakob Fuglsang (Astana) segurou hoje a liderança da classificação geral individual da Volta à Andaluzia em bicicleta, ao ser sexto numa segunda etapa ganha pelo espanhol Gonzalo Serrano (Caja Rural-Seguros RGA).

Após 198,1 quilómetros entre Sevilha e Iznajar, Serrano, de 25 anos, cortou a meta isolado ao fim de 5:07.49 horas, dois segundos mais rápido do que o compatriota Juan José Lobato (Fundación-Orbea), segundo, e o belga Dylan Teuns (Bahrain McLaren), terceiro.

Nas contas da geral, Fuglsang, vencedor em 2019, é primeiro com seis segundos de vantagem sobre o espanhol Mikel Landa (Bahrain McLaren), segundo, enquanto Teuns ganhou algum tempo e é terceiro, a 23.

Único português em prova, Nelson Oliveira (Movistar) foi 96.º e caiu cinco postos na geral, para 69.º, agora a 16.32 minutos da camisola amarela.

Na sexta-feira, 176,9 quilómetros ligam Jáen a Ubeda, num dia com muita montanha e duas contagens de primeira categoria.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.