O ciclista espanhol Miguel Indurain entrou no salão da fama do Giro de Itália, uma prova que conquistou duas vezes seguidas, em 1992 e 1993.

Indurain, que participou três vezes na maior prova de ciclismo italiana, com duas vitórias e um terceiro lugar, foi premiado numa cerimónia em Milão, informou hoje o jornal La Gazzetta dello Sport.

“Faz 25 anos que ganhei as minhas edições do Giro, 1992 e 1993, um feito de que os organizadores do Giro se recordam e incluem-me neste grupo restrito e bonito”, disse Indurain ao ser premiado.

O corredor disse que tem grandes lembranças das suas vitórias na prova e confessou que a etapa de que mais se orgulha é da edição de 1994, entre Merano e Aprica, em que competiu com o italiano Marco Pantani, numa subida mítica.

“Chegar a Milão vestido de rosa foi muito bonito, mas a etapa que mais recordo foi a subida ao Stelvio e ao Mortitolo. Escapava com Pantani e logo no final desfaleci, mas era uma etapa em que podia ganhar o Giro ou podia perdê-lo”, recordou o espanhol.

Miguel Indurain, o primeiro espanhol a ganhar o Giro, para além dos dois primeiros lugares, venceu cinco vezes a Volta a França, de 1991 a 1995.

O salão da fama do Giro de Itália conta com nomes como Eddy Mercks, Felice Gimondi, Stephen Roche, Franceso Moser, Ercole Baldini e Bernard Hinault.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.