O presidente do Sporting, Frederico Varandas, lamentou hoje o ‘timing’ do castigo de quatro jogos à porta fechada aplicado ao clube nos jogos de futsal, num processo em que criticou também a demora.

“Um deles é o ‘timing’. Transmiti isto às pessoas da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e um dos critérios por onde se avalia a justiça junto de um cidadão é a celeridade no processo. Estamos a falar de um caso que remonta a outubro de 2018, praticamente há oito meses”, disse o dirigente.

O dirigente máximo do Sporting, que se encontra em Almaty para acompanhar a terceira presença consecutiva da equipa de futsal leonina na fase final da Liga dos Campeões, reagiu assim ao castigo do Conselho de Disciplina (CD) da FPF.

Na quinta-feira foi conhecida a sanção e o Sporting também adiantou que irá impugnar a decisão do CD, que puniu o clube em quatro jogos à porta fechada, por mau comportamento dos adeptos, em jogos disputados em outubro.

“São precisos oito meses para sair a sentença. Depois dá azo a coincidências infelizes. A sentença sai numa data que diz muito ao Sporting e ao desporto português”, criticou Frederico Varandas.

O responsável ‘leonino’ aproveitou também para dizer que a “fasquia está muito alta” e lembrou comportamentos em outros recintos desportivos.

“Por quatro vezes, esta época, em pavilhões e recintos desportivos, assisti presencialmente ao que tem acontecido ano após ano, onde ouvimos cânticos que reproduzem o som de um homicídio de uma pessoa”, acusou, sugerindo que aí devem suspender o jogo e retirar "os selvagens de qualquer recinto desportivo".

Na quinta-feira o Sporting defronta na meia-final o Inter Movistar, de Ricardinho, depois de ter sido batido pelos espanhóis nas duas últimas finais. Na outra meia-final estará o FC Barcelona e o anfitrião Kairat.

“Atingiram mais uma ‘final four’ europeia e é um orgulho para mim eles estarem aqui a representar o Sporting, juntamente com os melhores clubes do mundo de futsal. Agora é olhos nos olhos, leões na quadra e vamos fazer o melhor possível”, referiu Frederico Varandas.

O Sporting ainda procura o primeiro título europeu no futsal, competição em que foi vice-campeão europeu em 2011, 2017 e 2018.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.