Jogo espetacular no Pavilhão João Rocha, no terceiro jogo do play-off da final do campeonato de futsal. Benfica e Sporting chegaram a este embate com um triunfo cada, pelo que quem vencesse ficaria a um triunfo de ser campeão nacional.

Num jogo louco, com polémica à mistura e muitas expulsões, foi preciso recorrer ao prolongamento para se encontrar o vencedor. O Benfica foi mais forte e venceu por 9-6.

Primeiro, a disciplina. Deo, Djô e Fortino foram expulsos do lado do Sporting, assim como o seu treinador Nuno Dias.

A primeira vantagem foi do Sporting, que marcou por Pany Varela aos seis minutos. Fernandinho empatou aos 10 e, a partir daí, seguiu-se uma alternância no marcador, ora com uma equipa na frente, ora outra a vencer.

Bruno Coelho fez o 2-1 para os 'encarnados' aos 17 minutos, Merlim empatou aos 19, Cary voltou a colocar o Sporting em vantagem no segundo tempo aos 25. Diogo aos 30 e Merlim aos 33 fizeram o 5-2, numa partida que parecia não fugir ao Sporting.

Mas a expulsão de Fortino complicou tudo e o Sporting sofreu três golos: Raúl Campos, e Bruno Pinto, com dois golos, empataram e a um minuto do fim, Henmi deu vantagem ao Benfica.

Mas o Sporting respondeu e, no 5 para quatro, empatou 6-6 a 16 segundos do final por Cavinato, levando o jogo para prolongamento.

O prolongamento iniciou com um golaço de Bruno Coelho, num remate ainda do seu meio-campo, a fazer a bola passar por cima de André Sousa. O mesmo Bruno Coelho fez o 8-6, em novo remate de baliza a baliza, quando o Sporting jogava no 5 para quatro e Fernandinho fez o 9-6 final no último minuto.

O quarto jogo da final realiza-se na quarta-feira, às 21h00, na Luz. Se vencer, o Benfica é campeão. Se o Sporting vencer, haverá um derradeiro encontro no Pavilhão João Rocha.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.