Durante a semana de estágio que a equipa das quinas cumpriu na Hungria, Joel Queirós tinha dito que queria ajudar a selecção nacional com muitos golos.

A sua vontade foi expressa em campo através dos diversos tentos que apontou ao longo da competição. Algo que deixa o jogador muito feliz: “Na primeira entrevista que tivemos aqui disse que era um jogador de características ofensivas e que gostava de marcar golos e neste campeonato tive a felicidade de fazer cinco golos e ter ajudado a selecção para a conquista deste segundo lugar”.

Na final deste campeonato, Portugal acabou por sair derrotado pela Espanha (4-2). Apesar da derrota, o internacional português destaca o bom campeonato da Europa que Portugal fez aqui na Hungria: “Provámos que temos uma grande selecção com jogadores de excelente nível”.

Sobre o jogo propriamente dito, Joel Queirós refere que a partida acabou por ser decidida nos pormenores: “Temos consciência do valor da selecção espanhola e sem dúvida nenhuma é a melhor selecção da Europa. Hoje provou-o mais uma vez. Penso que vendemos cara a derrota. Até ao 3-0, um ou dois golos foram erros individuais nossos. Conseguimos fazer o 3-2 com algum esforço e até podíamos ter feito o 3-3. Num jogo contra a Espanha, as coisas resolvem-se nos pormenores. Não fizemos o 3-3 e eles em contra-ataque fizeram o 4-2”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.