A seleção portuguesa de futsal estreou-se a vencer na Ronda de Elite de qualificação para o Mundial, esta quinta-feira, impondo-se à Bielorrússia por 2-1 na jornada inaugural do Grupo A.

A ‘equipa das quinas’, que procura a sexta presença consecutiva no Campeonato do Mundo de futsal, esteve a perder, depois de Pavel Rogovik ter adiantado a Bielorrússia aos 20 minutos, mas conseguiu a reviravolta, com golos de Cardinal (28') e Tiago Brito (33').

No final da partida, Jorge Braz, selecionador de Portugal, admitiu que esperava dificuldades neste primeiro jogo.

"A Bielorrússia já é uma seleção da parte de cima da Europa e estas dificuldades eram totalmente esperadas para o primeiro jogo de uma fase derradeira de qualificação. Podíamos ter diminuído isso na parte inicial, mas mantivemo-nos serenos", começou por dizer.

Portugal lidera o Grupo A, com três pontos, enquanto Finlândia, seleção com a qual os lusos jogam esta sexta-feira, e Itália somam um ponto, depois de hoje terem empatado 2-2 no primeiro encontro do agrupamento.

"Tirando pequenos detalhes, o jogo com a Finlândia vai ser igual ao de hoje, do ponto de vista competitivo e da exigência. Ainda bem para o futsal, porque estas equipas cada vez criam mais dificuldades. E numa fase destas, em que só seis países vão ao Mundial, é normal que as dificuldades sejam deste género. Estamos cá para superá-las", vincou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.