Dois golos dão vantagem aos bi-campeões europeus, que hoje tudo farão para atingir o “tri”. "Nuestros hermanos” abriram o marcador aos nove minutos de jogo, por Ortiz.

A oito minutos do fim da primeira parte, boa movimentação dos espanhóis e Javi Rodriguez, de costas para a baliza, dá um toque de calcanhar para o segundo golo, com a bola a passar por baixo das pernas de Israel e a enganar Bebé.

Durante os vinte minutos do primeiro tempo, Portugal jogou mais recuado, remetido à zona dos dez metros defensivos dando o domínio de jogo à selecção espanhola. No entanto, as transições rápidas defesa/ataque que deveriam ser feitas pelos jogadores portugueses não estão a resultar.

Nesta primeira parte, Portugal dispôs apenas de duas situações de real perigo junto da baliza de Luís Amado. Uma protagonizada por Fernando Cardinal na ala esquerda que, após passar por um adversário, rematou forte para boa defesa do guarda-redes espanhol e outra protagonizada por Arnaldo na ala contrária, proporcionando também uma boa defesa a Luís Amado.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.