O internacional português Ricardinho, designado melhor jogador do mundo de futsal por seis vezes, anunciou, no final do mês de novembro, que vai deixar os espanhóis do Inter Movistar no final da temporada, sem revelar qual o próximo clube.

Em entrevista ao jornal 'Marca', Ricardinho quebrou o silêncio sobre a saída da equipa espanhola.

"Todos sabiam que isto ia acontecer algum dia, uma vez que ninguém fica para sempre, mas custa-me ouvir as pessoas dizer que foi porque o clube me iria baixar o ordenado ou não iria renovar. A informação que tenho, pela pessoa com quem falei, é de que o clube tinha pensado renovar, não sei se pelo mesmo dinheiro ou não. Aí não entro", admitiu.

"No final, chegas a um ponto em que pensas se tens capacidade de continuar a dar a tua melhor versão num clube onde estás há tanto tempo, se continuar a acreditar que deves continuar. Acredito que ganhei tudo aqui e que não tinha muito mais para conquistar", referiu Ricardinho, que veste a camisola do Movistar há sete épocas.

Ricardinho revelou ainda não ter decidido qual o próximo projeto, mas referiu ter "muitas coisas em conta. Agora é normal que o meu agente tenha mais trabalho, mas quero estar concentrado. O trabalho dele é ouvir, analisar e depois iremos decidir. Não descarto que seja em Espanha".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.