O australiano Jason Day, vencedor em 2015, e o norte-americano Brendon Todd acabaram quinta-feira na frente a primeira volta do 102.º PGA Championship, primeiro ‘major’ do ano devido à pandemia de covid-19, em San Francisco, na Califórnia.

Num torneio sem público, Day, de 32 anos, e Todd, de 35, marcaram 65 pancadas, cinco abaixo do par, no TPC Harding Park, o australiano com cinco ‘birdies’ (uma pancada abaixo do par) e o anfitrião com sete ‘birdies’ e dois ‘bogeys’ (uma acima).

Jason Day, que só venceu uma ‘major’ na carreira, mas tem mais dois segundos lugares, um no Masters (2011) e dois no US Open (2011 e 2013), e Brendon Todd, que tem como melhor prestação num ‘major o 12.º lugar no The Open de 2015, fecharam o primeiro dia apenas com uma pancada de vantagem sobre um lote de nove jogadores.

Entre os perseguidores, está o bicampeão em título, o norte-americano Brooks Koepka, também vencedor de duas edições consecutivas do US Open (2017 e 2018), que somou seis ‘birdies’ e dois ‘bogeys’.

Com 66 pancadas, seguem mais dois vencedores de ‘majors’, ambos europeus, o alemão Martin Kaymer, que ganhou o PGA Champioship em 2010 e o US Open em 2014, e o inglês Justin Rose, campeão do US Open em 2013.

Kaymer fez um ‘eagle’ (duas pancadas abaixo do par), quatro ‘birdies’ e dois ‘bogeys’, enquanto Rose fez um registo idêntico ao de Koepka.

Os norte-americanos Zach Johnson, Xander Schauffele, Brendan Steele, Bud Cauley e Scottie Scheffler, este último em estreia, e o francês Mike Lorenzo-Vera também fecharam com quatro pancadas abaixo do par.

Um pouco mais abaixo na tabela, com 68 pancadas, duas abaixo do par, mas ainda muito bem posicionado, está o norte-americano Tiger Woods, de 44 anos, que persegue o seu 16.º ‘major’, depois de ter arrebatado o 15.º no Masters de 2019.

Woods, que ganhou o PGS Championship em 1999, 2000, 2006 e 2007, somou cinco ‘birdies’ e três ‘bogeys’, seguindo no 20.º lugar, juntamente com mais de uma dezena de jogadores.

Por seu lado, o também norte-americano Justin Thomas, número 1 mundial, fez uma primeira volta com 71 pancadas, uma acima do par, ao somar quatro ‘birdies’, um ‘bogey’ e dois ‘duplos bogeys’ (duas pancadas acima do par).

Thomas e Woods cumpriram uma primeira volta num agrupamento ainda com o norte-irlandês Rory McIloy, vencedor da prova em 2012 e 2014, que acabou com o par do campo (70 pancadas), após somar quatro ‘birdies’ e quatro ‘bogeys’.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.