A seleção da Europa fechou hoje o segundo dia da Ryder Cup em golfe com uma vantagem de 10-6 sobre os Estados Unidos, depois de ter dominado a sessão da manhã e empatado na da tarde.

No Le Golf National Club, arredores de Paris, a Europa venceu por 3-1 a sessão da manhã, disputado no sistema de ‘four balls’ (equipas de dois jogadores em que cada um joga uma bola), resultado oposto ao que tinha conseguido na manhã de sexta-feira, em partidas com o mesmo formato.

Num dia que começou com a vitória dos europeus Sergio Gracia e Rory McIlroy sobre Tiny Finau e Brooks Koepka, Justin Thomas e Jordan Spieth foram os únicos norte-americanos a pontuar, depois de Tiger Woods e Patrick Reed terem sido derrotados por Francesco Molinari e Tommy Fleetwood, e de Dustin Johnson e Rickie Fowler terem perdido com Paul Casey e Tyrell Hatton.

À tarde, as equipas repartiram os quatro pontos em disputa com as duplas Henrik Stenson/Justin Rose e Francesco Molinari/Tommy Fleetwood a pontuarem para a Europa e Bubba Watson/Webb Simpson e Justin Thomas/Jorden Spieth a garantirem os triunfos dos Estados Unidos.

A Europa, que tenta reconquistar o título perdido para os Estados Unidos em 2016, parte para o último dia, que será disputado em singulares, com quatro pontos de vantagem, quando estão 12 em disputa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.