A sensivelmente dois meses do Mundial de hóquei em patins, a equipa técnica da seleção de Angola apresentou a carta de demissão à direção da federação angolana (FAP), alegadamente, por falta de condições de trabalho.

O secretário-geral da FAP, Luís Octávio, informou hoje o facto à Angop, explicando que o documento deu entrada no último sábado e que o mesmo será analisado, ainda esta segunda-feira, num encontro entre responsáveis da FAP, marcado para o princípio da noite, nas instalações da federação.

Fazem parte da equipa técnica angolana Fernando Falé (treinador principal), António Victor 'Duke' (treinador-adjunto), Mário Almeida (treinador de guarda-redes) e António Ferraz (preparador físico).

No quadro da sua preparação para o mundial, onde Angola procura melhorar o quinto lugar da edição anterior na China, a seleção nacional efetuou já um estágio em Portugal e participou no Torneio Internacional de Montreux, na Suíça, tendo ocupado o quarto lugar entre oito participantes.

O Mundial terá lugar de 7 a 14 de julho, nas cidades espanholas de Barcelona e Vilanova. Angola participará na prova na condição de campeã africana.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.