O FC Porto falhou na noite de domingo a conquista da Taça Intercontinental de hóquei em patins, ao perder no prolongamento por 5-4, após 4-4, com os espanhóis do FC Barcelona, em San Juan, na Argentina.

O campeão europeu FC Barcelona, que sucede ao Benfica na conquista da Taça Intercontinental, que ergue o troféu pela quinta vez, após os títulos de 2014, 2008, 2005 e 1998, foi ‘obrigado’ a recuperar de sucessivas desvantagens frente ao ‘vice’ FC Porto, que voltou a não ser feliz no ‘duelo’ com os espanhóis.

Depois de perder com o FC Barcelona a final da Liga Europeia e a Taça Continental, o FC Porto, em apenas sete meses, voltou a não conseguir superar a equipa espanhola, numa partida em que esteve quase sempre em vantagem no marcador.

O portista Gonçalo Alves, com três golos, uma dos quais alcançado em desvantagem numérica, e o argentino dos catalães Pablo Alvarez, igualmente com três tentos, um dos quais no prolongamento, foram os jogadores em destaque na final da Taça Intercontinental, na cidade argentina de San Juan.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.