Portugal e Argentina, tradicionais candidatos ao título no Campeonato do Mundo de hóquei em patins, já se adiantam no grupo B do torneio que está a decorrer em Barcelona, com goleadas concludentes a abrir.

Primeiro, foram os 9-2 da Argentina ao Chile, depois os 8-2 de Portugal à Colômbia, a dar a ideia de que aqui as coisas estão muito encaminhadas para o sucesso dos 'suspeitos do costume'.

Uma situação claramente diferente do que aconteceu na primeira jornada do grupo A, com Itália (5-4 a Angola) e Espanha (3-1 s França) a serem mesmo pressionadas.

Em Vilanova, na região de Barcelona, Lucas Ordóñez marcou três dos golos argentinos, com os outros a pertencerem a Pablo Alvarez (2), Matias Platero, Matias Pascual, Nalo Garcia e Carlos Nicolia. Os tentos chilenos foram de Nico Carmona e Alvaro Osório.

Uma muito tranquila vitória da seleção argentina, que ao intervalo já ganhava por 5-1.

Horas depois, o 'filme' repetiu-se, com outros protagonistas, mas novamente no pavilhão Isaac Gàlvez, em Vilanova, Espanha.

Num encontro em que a seleção portuguesa chegou ao intervalo a vencer por 3-1, Hélder Nunes (05, 28, 50 minutos), Rafa Costa (13, 40) e Jorge Silva (18, 30, 49) marcaram os golos da equipa lusa, enquanto Julian Uribe (09) e Esteban Campo (43) fizeram os tentos colombianos.

Os três primeiros classificados de cada grupo (A e B) avançam para os quartos de final, que se disputam no Palau Blaugrana, em Barcelona, enquanto os dois últimos disputam um 'play-off' com os vencedores das duas 'poules' da Taça Intercontinental, que decorre em paralelo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.