O argentino Reinaldo Garcia considerou hoje a seleção portuguesa uma das mais fortes do Mundial2019 de hóquei em patins, a decorrer em Espanha, e o jogo entre ambos na segunda-feira "como uma final".

Portugal e Argentina defrontam-se na segunda jornada do grupo B, no pavilhão Isaac Gàlves, em Vilanova, uma partida que Reinaldo Garcia, que representa o FC Porto, classifica de "especial", por "reencontrar colegas de equipa".

"Portugal é um candidato ao título. O jogo de amanhã [segunda-feira] vai ser como uma final. É uma das seleções mais fortes deste Mundial. Joga com muita intensidade ao longo de todo o jogo", disse Reinaldo Garcia, no final da vitória sobre o Chile (9-2).

O jogador classificou de especial o jogo contra Portugal, pois irá reencontrar colegas do FC Porto, nomeadamente Hélder Nunes, 'Rafa' Costa, Telmo Pinto, Nelson Filipe e Gonçalo Alves.

"Vou estar com os meus companheiros de equipa e ex-companheiros e eles conhecem-me bem, mas eu também os conheço bem. Vai ser um jogo decidido nos pormenores e estou certo de que vai ser uma boa partida", disse o número 57 argentino.

O selecionador da Argentina, José Luiz Páez, que se estreou no Mundial2019 com uma goleada por 9-2 frente ao Chile, considerou Portugal uma seleção "fantástica", com "exímios jogadores".

"É uma maravilha. É um prazer vê-los jogar. Tem dos melhores jogadores do mundo", disse José Luiz Páez, considerando o jogo de segunda-feira com Portugal "mais um, independentemente do adversário".

Questionado se a seleção da Argentina era candidata ao título, que conquistou pela última vez em 2015, intrometendo-se na hegemonia da Espanha, com seis títulos em sete edições, o selecionador foi cauteloso e comedido.

"Não tenho ideia. Ainda estamos a começar. A meta pode ser a final, mas temos que trabalhar jogo a jogo", disse José Luiz Páez.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.