A seleção portuguesa de hóquei em patins inicia hoje frente à Colômbia, do treinador português André Torres, o Mundial de 2019, em Vilanova, em Espanha, onde tenta reconquistar um troféu que ergueu pela última vez há 16 anos.

O último título mundial de Portugal remonta a 2003, em Oliveira de Azeméis, mas a seleção liderada por Renato Garrido, que integra dos melhores executantes da atualidade, está empenhada em quebrar o jejum e logo em casa do campeão em título e principal rival.

A Espanha, que conquistou seis das últimas sete edições, e Portugal, com 17 e 15 campeonatos, respetivamente, são os grandes dominadores da modalidade, mas a evolução registada em países como Angola, Chile, Colômbia e França faz redobrar a atenção dos crónicos candidatos.

A Colômbia, sexta classificada no Mundial17, em Nanjing, na China, é o primeiro adversário de Portugal no grupo B, estando o 'duelo' entre treinadores portugueses previsto para as 19:00 (20:00 em Espanha), no pavilhão Isaac Gàlvez, em Vilanova.

Quatro horas antes, pelas 15:00 (16:00) tem início o embate sul-americano entre as seleções do Chile e da Argentina, que abre as hostilidades do grupo B. O grupo A é composto pelas seleções da Espanha - campeã em título -, Itália, Angola e França.

Os três mais bem classificados de cada grupo avançam para os quartos de final, já a disputar no Palau Blaugrana, em Barcelona, enquanto que os dois últimos disputam um 'play-off' com os vencedores das duas 'poules' da Taça Intercontinental, que decorre em paralelo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.