O técnico nacional de canoagem Hélio Lucas está confiante na qualificação de Fernando Pimenta e do K4 500 feminino para os Jogo Olímpicos Tóquo2020, acreditando em desempenhos valiosos nos Mundiais que hoje começaram na Hungria.

“Estão todos bastante bem. A equipa está motivada. Sinto-os focados no objetivo que temos. Estão todos ligados. Acho que as coisas têm tudo para dar certo”, congratulou-se Hélio Lucas, em Szeged.

Fernando Pimenta procura uma cinco vagas no K1 1.000, distância na qual é o atual campeão do Mundo, enquanto Teresa Portela, Joana Vasconcelos, Francisca Laia e Francisca Carvalho atingem Tóquio2020 com o sétimo lugar: um conjunto de regras apontam para que a qualificação possa estender-se até ao 11.º ou 12.º, contando sempre com a presença de equipas de quatro continentes nesses números.

“É fazer o melhor resultado possível e as contas fazem-se no final. É não termos grandes azares como condições de vento que não nos sejam favoráveis ou uma semifinal bastante mais difícil. Vamos lutar com tudo pela final A, mas se formos à B, tentar aí o melhor resultado”, disse, sendo que uma está reservada aos nove melhores e a outra classifica os barcos entre o 10.º e o 18.º.

Individualmente, Teresa Portela vai fazer também os 200 metros, distância para qual há cinco vagas. Em 2020, na fase de apuramento continental, há mais dois lugares para cada K1 e mais um para os K2, sendo que os K4 já não têm qualquer oportunidade além dos atuais Mundiais de Szeged.

“A Teresa tem uma experiência internacional bastante grande e pode assegurar uma vaga. O K4, que não se apurou para o Rio2016, é um misto de equipa experiente e jovem, que tem feito um bom trabalho”, elogiou.

Quanto a Pimenta, atleta treinado por Hélio Lucas desde que o limiano começou na canoagem, só espera que o seu pupilo tenha um desempenho ao nível do “habitual”, libertando-o da pressão das medalhas, mesmo que esteja a defender o título.

“É um atleta que tem chegado à medalha nos últimos Mundiais, mas aqui estamos mais focados no apuramento olímpico. As vagas são muito limitadas, é muito apertado. A diferença entre os cinco primeiros é muito reduzida. Falamos de um segundo, quatro metros... E todos os atletas estão cá na sua plenitude de forma. Primeiro a qualificação e depois logo se vê quanto às medalhas”, concluiu.

Hélio Lucas treina Fernando Pimenta e o K4 masculino, enquanto K4 masculino de Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela é orientado por Rui Fernandes.

Nas canoas, Hélder Silva e a dupla Bruno Afonso/Marco Apura trabalham com o checo Jaroslav Rodan.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.