O canoísta João Ribeiro manifestou-se hoje "disponível" para integrar um K2 1000 com Fernando Pimenta, para tentar em 2019 o apuramento para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, confiando a decisão final aos responsáveis.

"Para mim tudo é possível, mas isso tem de partir dos dirigentes e treinadores, de quem gere a modalidade. Se acharem que a tripulação é a melhor para enfrentar campeonatos do mundo e da Europa, estou disponível para qualquer embarcação para ajudar o país", disse.

João Ribeiro falava minutos após ter ficado a 223 milésimos de segundo da medalha de bronze em K1 500, com o quarto lugar em Montemor-o-Velho.

"Agora que estamos no mesmo clube, o Benfica, treinamos de vez em quando e temos vindo a melhorar muito o K2. Somos dois grandes atletas. Mas ainda falta muito conjunto. Tínhamos de trabalhar muito para (o K2) conseguir andar", avisou.

Além de terem estado juntos no K4 1000 que em 2011 foi campeão da Europa e em 2013 vice-campeão do mundo (juntamente com Emanuel Silva e David Fernandes), a dupla já conseguiu outros resultados de relevo, sobressaindo a prata mundial em K2 500 em 2010.

Junto com Emanuel Silva, João obteve o melhor resultado da canoagem lusa no Rio2016, com o quarto lugar.

O seu amigo Fernando Pimenta é tricampeão da Europa em K1 1000 e no sábado tenta em Portugal um inédito título mundial, sendo que João confia que vai ser desta, depois do bronze em 2015 e da prata em 2017.

"É obvio. Não é colocar pressão no Fernando, que, para ele, é boa, pois tem demonstrado um grande nível. Estamos à espera de um grande resultado. Se estiver no seu melhor, podemos fazer a festa no sábado", concluiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.