O Circuito Internacional de Montalegre vai ser o palco da Taça do Mundo de supermoto, em 20 e 21 de julho, anunciou, esta sexta-feira, o município transmontano.

Depois de perder a prova do Mundial de ralicrosse, a autarquia tentou compensar o evento perdido e, garantido o Global Rallycross Europe, nova competição que se irá disputar em agosto, surge agora a confirmação da Taça do Mundo de supermoto, uma competição que mistura motocrosse com asfalto.

Em comunicado, a autarquia montalegrense refere que são esperados "perto de 50 pilotos e 14 equipas, algumas de fábrica, representando mais de 14 países", num evento que vai coroar o campeão do mundo de supermoto de 2019.

Entre os presentes estará o francês Thomas Chareyre, já seis vezes campeão do mundo.

"Queremos sempre proporcionar aos nossos fãs, tanto portugueses como espanhóis, o máximo de adrenalina. O nosso circuito luta constantemente para acolher os melhores eventos de desporto motorizado do mundo e, neste ano de 2019, abrimos as portas a um novo e emocionante desporto, desta vez em duas rodas, o supermoto", explicou o vice-presidente da Câmara Municipal de Montalegre, citado no mesmo documento.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.