O "Open Brasil Loterias Caixa" em atletismo e natação, em que Angola se iria representar com o atletismo, foi cancelado pelo Comité Paralímpico brasileiro devido a pandemia do Coronavírus.

A prova, que devia decorrer de 26 a 28, do corrente mês, no Centro de Treinamento da Vila de Guarani, em São Paulo, seria qualificativa aos Jogos Paralímpicos de Tóquio (Japão), em Setembro próximo.

De acordo com uma nota do Comité Paralímpico Angolano (CPA) a que a Angop teve acesso, neste sábado, em Luanda, a decisão da organização visa garantir a saúde e a segurança dos participantes.

“Foi emitida uma declaração do Ministério da Saúde do Brasil recomendando o cancelamento ou adiamento dos eventos governamentais, desportivos, culturais, políticos, científicos, comerciais ou religiosos”, reza a comunicação.

A selecção nacional trabalhava para o efeito desde Janeiro último e devia seguir para o palco da competição no próximo dia 23.

Integravam a lista de convocados, liderados por José Manuel, os atletas José Chamoleia, da classe T11 (deficiência visual total), Manuel Jaime T46 (amputado de um membro superior) e Oliveira André T12 (deficiente visual parcial).

No sector feminino foram pré-seleccionadas as velocistas Regina Dumbo (T11), Juliana Moco (T11), Emelóide Adelino (T11), Esperança Gicasso (T11), Bifilia Mbuyo (T11) e Rita Lucunde T13 (deficiência visual parcial).

Assim, o CPA vai apostar no Meeting da Tunísia, em Junho, para tentar obter as marcas exigidas para Tóquio, segundo o secretário-geral da instituição, António da Luz.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.