Simone Biles vive dias difíceis, com a prisão do irmão Tevin Biles-Thomas, acusado de triplo homicídio. Tevin foi detido na semana passada, ele que é acusado de estar envolvido num tiroteio que matou três pessoas numa festa de Ano Novo.

A ginasta norte-americana optou pelo silêncio mas esta quarta-feira utilizou as redes sociais para contar o que lhe vai na alma, explicando que ainda está "dificuldade em processar as notícias".

"O meu coração dói por todos os envolvidos, especialmente pelas vítimas e os seus familiares. Nada do que eu possa dizer vai curar a dor de ninguém, mas quero expressar as minhas sinceras condolências a todos os que foram atingidos por esta terrível tragédia. Peço a todos, por favor, que respeitem a privacidade da minha família, enquanto lidamos com essa dor", pediu a ginasta nas redes sociais.

Tevin Biles-Thomas foi detido na passada quinta-feira pela polícia de Cleveland e aguarda a leitura das acusações, que deverá acontecer a 13 de setembro.

As vítimas são Delvante Johnson, de 19 anos, e Toshaun Banks, de 21, que morreram logo no local e Devaughn Gibson, de 23 anos, que morreu no hospital. O tiroteio ocorreu durante uma festa para o qual o irmão de Biles não tinha sido convidado.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.