A portuguesa Joana Ramos foi hoje relegada para as repescagens na competição de -52 kg dos Mundiais de judo, ao perder frente à francesa Amandine Buchard, nos quartos de final.

A judoca do Sporting venceu os três primeiros confrontos, diante da cabo-verdiana Djamila Silva e da tailandesa Kachakorn Warasiha, ambas por ippon, seguindo-se o triunfo frente à espanhola Ana Perez Box, por waza-ari.

Seguiu-se o combate de acesso às meias-finais, frente à francesa Amandine Buchard, que derrotou a portuguesa, por ippon, ao fim de 1.15 minutos de combate.

Joana Ramos, vice-campeã da Europa em 2011 e medalha de bronze nos Europeus de 2017, vai disputar a repescagem para a disputa pelas medalhas de bronze, frente à belga Charline Van Snick.

Na mesma competição, Joana Diogo ‘caiu’ frente à uzbeque Diyora Keldiyotova, por ippon, após 46 segundos.

João Crisóstomo e Sergiu Oleinic foram eliminados nos primeiros combates na categoria de -66 kg, diante do italiano Matteo Medves e do irlandês Nathon Burns, respetivamente.

Os Mundiais de judo decorrem até domingo na capital japonesa.

Na terça-feira, a seleção portuguesa vai estar representada por Telma Monteiro e Wisla Gomes, em -57 kg, e Jorge Fernandes e Nuno Saraiva, em -73 kg.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.