Diogo Ganchinho, pela primeira vez campeão continental de trampolins, foi hoje o expoente máximo de Portugal nos Europeus que decorreram em Baku, de onde a delegação lusa regressa com 11 medalhas.

Hoje, no quarto e último dia do Campeonato da Europa de Ginástica de Trampolins, Portugal assegurou mais duas pratas e três bronzes, a juntar aos cinco pódios que já tinha de sexta-feira e sábado.

Diogo Vilela foi medalha de prata em Tumbling Masculino juniores, Rúben Tavares e Gonçalo Martins foram também prata em Trampolim Sincronizado Masculino juniores, Diogo Costa foi bronze em Duplo Minitrampolim Masculino seniores, Henrique Moreira foi bronze em Duplo Minitrampolim Masculino juniores e Sara Guido foi bronze em Duplo Minitrampolim Feminino juniores.

O grande destaque dos quatro dias de prova em Baku é seguramente Ganchinho, o ginasta olímpico que, aos 30 anos, consegue finalmente um dos seus objetivos de carreira. Partilhou o pódio com grandes nomes da Ginástica de Trampolins, como o são o bielorrusso Mikita Ilynykh e o francês Allan Morante.

Na carreira, passou pelo minitrampolim e pelo duplo minitrampolim, com grandes resultados, incluindo títulos mundiais e europeus, antes de chegar à modalidade olímpica de trampolins.

Esteve nos Jogos Olímpicos Pequim2008, para ser 11.º, e Londres2012, onde foi 15.º, mas para o Rio2016 ficou fora da equipa - a quota de um atleta por país foi cumprida, no caso português, com Diogo Abreu.

Tem ainda no currículo, como grandes resultados, o quinto lugar no Mundial de Sofia, em 2013, e nos Jogos Europeus de 2015, em Baku, foi sexto individual e 11.º no trampolim sincronizado.

Com esta vitória, conseguida com 60,130 pontos, está apurado para os Jogos Europeus de Glasgow, na Escócia, em agosto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.