As duplas de atiradores portugueses compostas por Joana Castelão/João Costa e Filipa Marracho/Tiago Carapinha falharam hoje o apuramento para as finais da prova mista de pistola dos Europeus de tiro.

Em carabina individual, Sara Antunes e Marcelo Cazassa não fizeram melhor e também não conseguiram um lugar entre os mais fortes.

Com a final a ser reservada às oito melhores duplas, os portugueses estiveram aquém do objetivo: com 84 atletas em competição – 42 equipas – o melhor resultado luso foi para João Costa em 22.º com 288 pontos, os mesmos de Tiago Carapinha, em 24.º, e ambos a sete do russo Artem Chernousov, o melhor com 295 nos 300 possíveis.

Filipa Marraxo foi 54.ª, com os mesmos 284 pontos do 47.º classificado, enquanto Joana Castelão cumpriu a prova no 61.º posto, com 282 pontos, igual ao 58.º.

Na sexta-feira, o quarteto falhou a final individual da prova de pistola a 10 metros.

Em carabina individual, entre os 91 atiradores, Sara Antunes foi 62.ª, com 620,8 pontos.

Nos homens, houve 70 competidores, sendo que Marcelo Cazassa ficou em penúltimo, com 610,9 pontos, bem longe do húngaro Peter Sidi, que liderou esta fase com 632,5.

A derradeira oportunidade destes atletas para uma presença em Tóquio2020 vai decorrer no Torneio Europeu de Qualificação, em abril, em datas e local a definir.

Até ao momento, o tiro português tem um representante, João Paulo Azevedo, em fosso olímpico, no tiro com armas de caça.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.