Aos 41 anos, Miguel Barbosa é um dos nomes incontornáveis do desporto motorizado a nível nacional. Numa altura em que o campeonato de todo-o-terreno está parado devido à pandemia de coronavírus que assolou o mundo, o SAPO Desporto falou com o piloto português (através de videoconferência).

Num formato com 20 perguntas (dez relacionadas com a vida profissional e dez com a vida pessoal), o piloto Miguel Barbosa deu-se a conhecer ao público.

Desde o superpoder que escolheria à profissão que escolheria se não fosse atleta, fique a saber mais sobre o piloto português.

Veja o vídeo.

Sete vezes campeão nacional de todo-o-terreno, Miguel Barbosa foi ainda o vencedor da última prova disputada em Portugal antes do país entrar em estado de emergência.

Além disso, o piloto conta ainda no seu palmarés com um campeonato nacional de velocidade, um campeonato ibérico, um campeonato nacional de GT. Ao longo de mais de 15 anos de carreira, Miguel Barbosa conta ainda com participações no Dakar.

A história de Miguel Barbosa

Com apenas 15 anos, Miguel Barbosa despertou um interesse nos karts. Daí até passar para o automobilismo foi apenas um passo. Oriundo de uma família muito ligada ao desporto motorizado, o piloto admite que foi a influência do pai, Carlos Barbosa, que o levou àquela que hoje é a sua grande paixão.

"Desde que me lembro de ser gente que me lembro de ir para autódromos e corridas de todo-o-terreno sempre com o meu pai. Ele sempre teve uma paixão muito grande pelas corridas e, por isso, sempre me vi envolvido no desporto automóvel", começa por contar ao SAPO Desporto.

Além do pai, Miguel Barbosa contou ainda com a influência da família materna, nomeadamente do tio Ernesto Neves, que considera "um dos melhores pilotos portugueses de todos os tempos" e "uma referência no automobilismo português".

Vários anos depois dos primeiros passos, Miguel Barbosa tem o campeonato nacional de todo-o-terreno como objetivo para este ano e admite ainda que gostaria de voltar ao Dakar. Saiba mais no vídeo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.