O piloto português Álvaro Parente vai voltar a competir na Blancpain GT Series Endurance Cup, prova de resistência de carros GT, ao fim de dois anos de ausência, ao serviço da Strakka Racing, foi hoje anunciado.

O piloto português vai conduzir um Mercedes no regresso à prova, em que não participou nas últimas duas épocas devido à presença no Pirelli World Challenge, e terá como companheiros no carro os alemães Maximilian Buhk e Maximilian Gotz.

A temporada é composta por cinco rondas e arranca em 22 de abril, no circuito de Monza, com o principal destaque para as 24 Horas de Spa-Francorchamps, além da prova em Silverstone, em 20 de maio, em que Parente não marcará presença por estar no Pirelli World Challenge, que venceu em 2016.

“Estou muito satisfeito por voltar e por estar integrado numa equipa competitiva, com um carro muito bom e dois pilotos rápidos. Penso que será uma temporada muito interessante”, disse o portuense, citado pela sua assessoria de imprensa.

Segundo Parente, a prova “agrega os melhores pilotos e equipas do mundo em GT” e a competição “é fortíssima”, pelo que “tudo tem de estar perfeito para assegurar um bom resultado”, mas assumiu a vontade de estar “na luta pelas posições cimeiras ao longo da época”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.