O motard espanhol Joan Barreda Bort (Honda) abandonou hoje o Rali Dakar de todo o terreno quando liderava a corrida, durante a terceira etapa, anunciou a organização.

O piloto espanhol, companheiro de equipa de Paulo Gonçalves na equipa oficial da Honda, foi evacuado de helicóptero ao quilómetro 143 da especial entre San Juan de Marcona e Arequipa, depois de se ter desviado da rota ideal cerca de 300 metros e ter ficado com a sua CRF450 atascada na areia.

Barreda Bort partiu para esta terceira tirada, a mais longa da primeira semana, com 1.31 minutos de vantagem para o vencedor de 2018, o austríaco Matthias Walkner (KTM), que também se atrasou bastante.

Nos carros, o espanhol Carlos Sainz (Mini) caiu num buraco e danificou a suspensão dianteira esquerda do seu veículo e também tem a continuidade em risco.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.