O presidente da Câmara de Florença, Dario Nardella, afirmou ser "quase certo" que em 2020 haverá um Grande Prémio de Fórmula 1 em Mugello. Uma garantia que tira espaço a uma eventual vinda do 'grande circo' do automobilismo mundial para o Algarve, mais concretamente para o circuito de Portimão, este ano.

Para além de o circuito de Mugello ter anunciado estar preparada para receber a Fórmula 1, apontado a data de 13 de setembro, uma semana depois do GP de Itália, em Monza, vários outros organizadores de países que já figuravam no calendário revelaram vontade de reentrar no mesmo. E poderão ter 'preferência', dado os elevados valores que pagam por uma corrida.

A Rússia disse-se também disposta a organizar dois GP em Sochi, onde o surto de COVID-19 não tem sido tão forte como em outras cidades russas: um a 27 de setembro, a data original, e mais outro a 4 de outubro. Também o Vietname, que deveria ter recebido um Grande Prémio de F1 pela primeira vez a 5 de abril, em Hanói, informou agora querer a corrida na data de 11 de outubro, inicialmente prevista para o Japão, mas que este ano abdicou da realização do seu Grande Prémio.

Poderão, depois, seguir-se dois Grandes Prémios em Xangai, antes do final da temporada, com duas corridas no Barém e a conclusão da época em Abu Dhabi, a 13 de dezembro.

O calendário, apesar dos vários Grandes Prémios cancelados, começa assim a ficar de novo bastante preenchido e começa a deixar de haver espaço para uma eventual vinda ao Algarve.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.