A família do ex-piloto alemão Michael Schumacher garantiu hoje que o antigo heptacampeão mundial de Fórmula 1 está em "boas mãos", na sequência do acidente sofrido quando praticava esqui, em 29 de dezembro de 2013.

Num comunicado difundido pela rede social Twitter, a família de Schumacher sublinhou que tem feito "de tudo para o ajudar" a recuperar das lesões cerebrais sofridas em consequência da queda.

O comunicado surge na véspera do 50.º aniversário do heptacampeão mundial de Fórmula 1 (1994, 1995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004), data que será assinalada com o lançamento de uma aplicação móvel, que permitirá aos admiradores visitar um museu virtual do antigo piloto.

A família pediu ainda compreensão aos adeptos pela ausência de informações sobre o seu estado de saúde: "Por favor, entendam que estamos a cumprir os desejos de Michael relativamente a um assunto tão sensível como é a sua saúde e que será mantido em privado. Ao mesmo tempo agradecemos a amizade e desejamos um saudável e feliz 2019 a todos", lê-se no documento.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.