O piloto português Filipe Albuquerque (Ligier) recuperou do 13.º lugar da grelha até ao sétimo posto final nas 4 Horas de Barcelona, terceira prova pontuável para as European Le Mans Series.

O conimbricense, que faz dupla com o britânico Phil Hanson no carro da United Autosports, considera que foi "o resultado possível", depois dos problemas de afinação sentidos durante a qualificação, que deixaram o Ligier instável na traseira.

Durante a corrida, disputada esta tarde, Filipe Albuquerque ainda sofreu um toque de um adversário, que obrigou a uma passagem pelas boxes para mudar a asa dianteira.

"Perdemos algum tempo. Ainda tivemos alguns azares com as bandeiras amarelas. Chegámos a estar na 14.ª posição. Mas depois começámos a recuperar terreno até ao sétimo posto. Foi uma boa recuperação e fiquei satisfeito com o desempenho do carro. Sabemos que estamos em desvantagem para os Oreca, mas foi com alguma satisfação que fomos os melhores dos 'outros'. Não foi o resultado idealizado, mas dadas as circunstâncias foi o resultado possível", concluiu o piloto português.

A próxima corrida das ELMs terá lugar a 31 de agosto, em Silverstone, na Grã-Bretanha.

No entanto, Filipe Albuquerque vai continuar em Barcelona, onde vai realizar nos próximos dias 23 e 24 de julho os pré-testes do Campeonato do Mundo de Endurance (WEC), desta feita ao volante do Oreca da United Autosports.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.