A Williams vai manter o britânico George Russell, que pertence aos quadros da Mercedes, e o canadiano Nicholas Latifi no Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2021, confirmaram hoje os dois pilotos.

À margem do Grande Prémio da Hungria, que se disputa este fim de semana, Russell confirmou a permanência e disse que a líder da escuderia, Claire Williams, "não estava preparada" para o deixar sair da equipa, uma vez que poderia ser promovido à Mercedes.

O piloto, de 22 anos, vai continuar a partilhar a representação da escuderia britânica em 2021 com Latifi, de 25 anos, que assinalou dispor de “um contrato de vários anos” com a Williams e se prepara para disputar apenas o quarto Grande Prémio da carreira na Hungria.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.