O motociclista espanhol Marc Márquez disse hoje que Valentino Rossi “é mais um” em pista e que vai continuar a “ir a fundo” em todas as corridas, mesmo depois do incidente no Grande Prémio da Argentina.

No circuito Termas de Rio Hondo, Marquéz encontrava-se a recuperar da desvantagem, quando apanhou Rossi e o ultrapassou, numa manobra muito perigosa que terminou com o italiano no chão, depois de sair de pista.

“Cometi um erro, eu entendi. Por falta de sorte toquei no Valentino e quando entrou na berma caiu. Entendi o erro, foi meu, fui penalizado por ele”, disse Márquez, em declarações à EFE, antes de participar num evento publicitário.

O atual campeão do mundo de MotoGP reconheceu o seu erro, que acabou por deixar Rossi fora da corrida e justificou-se dizendo que havia lençóis de água e que a parte da frente da sua mota bloqueou na curva.

“Aconteceu o mesmo com um dos meus companheiros de equipa e com outro piloto, Zarco e Pedrosa, na mesma corrida, mas já não se passou nada”, explicou.

“Tento sempre aprender tudo, analisar tudo, mas Rossi é mais um em pista. Não se passa nada”, disse o espanhol, de 25 anos.

Rossi, em declarações às televisões espanholas, dirigiu duras críticas ao espanhol e disse que “é perigoso” e “não tem nenhum respeito pelos seus rivais”.

Márquez preferiu não responder a estas declarações do seu rival, mas confirmou que vai continuar a ser o mesmo e “sempre no limite, mas dentro destes limites”, vai tentar “manter o mesmo ADN”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.