A Mercedes Benz anunciou esta terça-feira que depois de 18 temporadas no campeonato de carros de turismo DTM (Deutsche Tourenwagen Masters), vai deixar a competição para se juntar à Fórmula E na temporada de 2019/2020.

O austríaco Toto Wolf, diretor-executivo da Mecedes Benz, explicou que “o novo projeto da Fórmula E oferece emoção, um novo formato e corridas emocionantes com o fim de promover as tecnologias atuais e futuras”, no qual a marca quer “ser um ponto de referência”, depois de considerar que os anos no DTM foram “um capítulo muito importante na história da companhia”.

Também o vice-presidente de 'marketing' da equipa, Jens Thiemer, refere que “agora é o momento de começar um novo caminho”, uma vez que “a Fórmula E é um passo significativo para demonstrar o desempenho dos nossos [Mercedes] veículos elétricos”.

Para o fundador e diretor-executivo da Formula E, Alejandro Agag, este é “um grande dia” em que “a Fórmula E recebe a Mercedes, um novo fabricante que se une à revolução elétrica”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.