O português Paulo Gonçalves (Hero) terminou na sétima posição a última etapa do rali Rota da Seda, pontuável para o Mundial de todo-o-terreno, ascendendo ao 15.º lugar final.

O piloto de Esposende concluiu os 255 quilómetros cronometrados da 10.ª e última tirada a 7.34 minutos do mais rápido do dia, o argentino Kevin Benavides (Honda), conquistando uma posição na geral.

Paulo Gonçalves, que não terminou a sexta etapa devido a uma falha mecânica, penalizando 28:55 horas, concluiu a prova a 27:06.07 horas do vencedor, o britânico Sam Sunderland (KTM), somando quatro pódios em etapas.

"Estou muito satisfeito por terminar este rali. Foram mais de 5.000 quilómetros, tentei andar ao máximo e aumentar o meu ritmo a cada especial. Senti-me bem, sobretudo nas etapas disputadas na China", explicou Paulo Gonçalves.

O português cumpriu neste rali a sua estreia na equipa Hero, depois de deixar a Honda.

"Para mim, o mais importante era ter o primeiro contacto com a equipa. Agradeço a todos pela oportunidade e pelo apoio fantástico. Acredito que, com esta mota e esta equipa, poderemos lutar pelas primeiras posições nas provas que aí vêm", concluiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.