O piloto português Tiago Monteiro volta, em novembro, a participar na Corrida da Guia, da Taça do Mundo de Carros de Turismo, anunciou hoje a organização do 66.º Grande Prémio de Macau.

Monteiro, primeiro português a vencer a prova, em 2016, disputada no icónico traçado citadino de 6,12 quilómetros, não participou na edição do ano passado por se encontrar a recuperar de um acidente sofrido em Barcelona.

A Corrida da Guia conta ainda com a presença dos pilotos Rob Huff, Mehdi Bennai, Norbert Michelisz, Gabriele Tarquini, Yvan Muller, Andy Priaulx, entre outros.

Também o português André Pires volta este ano a participar no 53.º Grande Prémio de Macau de motos, depois de em 2018 ter ficado em 19.º lugar.

"Vinte e sete dos melhores pilotos de estrada do mundo, de 11 diferentes países" participam nesta edição do GP de motos, indicou o Instituto do Desporto (ID).

Entre os participantes, contam-se quatro ex-campeões, que dividem 13 vitórias entre si. Michael Rutter, oito vezes vencedor, é o piloto mais bem-sucedido na história da corrida, abarcando várias vitórias entre 1998 e 2012, e vai apontar à nona vitória.

A seu lado, vai estar Peter Hickman, John McGuinness, vencedor por 23 vezes na Ilha de Man TT, enquanto o quarto ex-vencedor a regressar à grelha de partida é o campeão de 2013, Ian Hutchinson.

O Grande Prémio de Macau de Fórmula 3, marcado em 2018 pelo aparatoso acidente da piloto Sophia Florsch, conta com Dan Ticktum, que vai tentar conseguir a terceira vitória na categoria e no traçado, de acordo com um comunicado do ID.

O recém-coroado campeão de Fórmula 3 da FIA, Robert Shwartzman, e o segundo classificado, Marcus Armstrong, ambos membros da Ferrari Driver Academy, vão correr também na Guia. Este duo será acompanhado na SJM Prema Theodore Racing pelo piloto indiano Jehan Daruvala, pela terceira vez em Macau.

David Schumacher é um estreante na corrida deste ano. O filho do vencedor do Grande Prémio de Macau de 1995, Ralf Schumacher, e sobrinho de Michael Schumacher, heptacampeão do mundo de F1 e vencedor de Macau em 1990, será inscrito pela Sauber Junior Team by Charouz, que também se vai estrear no circuito da Guia.

Na mesma equipa vai estar outro membro da Ferrari Driver Academy e ‘rookie’ em Macau Enzo Fittipaldi, neto do Emerson Fittipaldi, e ainda Callum Ilott.

Este ano, pela primeira vez, a corrida vai apresentar os carros que disputam o novo Campeonato de F3 da FIA.

Quatro ex-campeões da Taça GT Macau vão lutar pela vitória nesta edição: Edoardo Mortara, Maro Engel, Laurens Vanthoor e Augusto Farfus Jr.

O GP de Macau inclui três corridas de carros, as taças do mundo de Fórmula 3, GT e de carros de turismo, bem como o Grande Prémio de Motos, além da taça de carros de turismo de Macau e a taça da Grande Baía.

Em 2017, a competição ficou marcada pela morte do piloto britânico Daniel Hegarty (Honda), de 31 anos, na sequência de um acidente, ocorrido a meio da prova de motos, que não registava fatalidades desde 2012.

No ano passado, mais de 83 mil pessoas assistiram ao vivo ao Grande Prémio de Macau, o maior evento desportivo organizado na região administrativa especial chinesa e uma das mais antigas provas automobilísticas em todo o mundo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.