Dono de 11 títulos mundiais, Kelly Slater é apontado por muitos como o melhor surfista da história. E, aos 47 anos de idade, continua a mostrar porquê.

O norte-americano apurou-se quinta-feira para os oitavos-de-final do Billabong Pipe Masters, derradeira etapa do circutio mundial de surf de 2019, que decorre no Havai e garantiu essa qualificação com um tubo profundo, que lhe valeu (mais uma) nota 10.

Essa onda perfeita ajudou-o a superar o francês Joan Duru e seguir em frente na prova, mantendo dessa forma vivo o sonho que já por várias vezes confessou de garantir um lugar na equipa dos EUA para os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, onde a modalidade vai ter a sua estreia olímpica.

"É claro que é um dos meus objetivos, mas para já não quero falar disso. Muitos surfistas de grande nível vão ficar de fora", lembrou Slater.

Para ter hipóteses de lá chegar, o veterano surfista terá de vencer em Pipeline, prova que já conquistou por sete vezes. Esta época, Kelly Slater ainda não conquistou qualquer etapa do circuito mundial de surf, tendo alcançado o seu melhor resultado de 2019 em Bali, onde foi terceiro.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.