O português Frederico Morais foi hoje eliminado do Tahiti Pro Teahupo'o, na Polinésia Francesa, sétima etapa do circuito mundial de surf, na bateria três da ronda de repescagem vencida pelo brasileiro Peterson Crisanto.

O surfista cascalense, número 31 da hierarquia mundial, que entrou na prova o lugar do lesionado italiano Leonardo Fioravante, somou 10,17 pontos, ficando atrás do francês Michel Bourez (11,33) e de Peterson Crisanto (11,50).

Após ter sido despromovido no passado ano, esta foi a quarta prova consecutiva do circuito mundial que ‘Kikas’ disputou em 2019, depois das participações em Margaret River, na Austrália (33.º classificado), Rio de Janeiro (3.º) e Jeffreys Bay, na África do Sul (17.º).

O norte-americano Kolohe Andino lidera o ‘ranking’, à frente do brasileiro Filipe Toledo e do havaiano John John Florence, campeão mundial em 2016 e 2017, que falha a terceira prova seguida, devido a lesão, depois de ter vencido em Bells Beach e Margaret River.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.