A equipa masculina de ténis de mesa de Portugal será a oitava cabeça de série do torneio de qualificação olímpica, em Gondomar entre 22 e 26 de janeiro, com a formação feminina como 13.ª pré-selecionada.

Segundo a escala publicada pela Federação Internacional de Ténis de Mesa (ITTF), o torneio de qualificação por equipas, o penúltimo antes de Tóquio2020, terá Portugal como oitavo cabeça de série, entre 34 equipas, no setor masculino, e no 13.º posto, entre 30 formações femininas.

Ao todo, a prova apura nove seleções para o torneio que arranca em julho, com Portugal a levar Tiago Apolónia, Marcos Freitas, João Monteiro, Diogo Carvalho e João Geraldo nos masculinos, e Fu Yu, já apurada a título individual, Jieni Shao, Luo Xue, Leila Oliveira e Rita Fins nos femininos.

A lista masculina é encabeçada pela Coreia do Sul, com a feminina liderada por Hong Kong, num torneio no Multiúsos de Gondomar que começa dividido por oito grupos, com oito países cada, liderando Portugal uma dessas ‘poules’.

No feminino, Portugal será segunda pré-selecionada da competição, o que lhe permite evitar uma equipa das primeiras seleções na primeira ronda, que dá início a uma fase a eliminar.

Primeiro, cada equipa disputa uma ronda de quatro jogos, com o vencedor a seguir em frente, com o vencedor da ronda de cada ‘poule’ a apurar-se logo para os Jogos de Tóquio2020.

Se Portugal falhar esse apuramento na primeira ronda, será formado um novo grupo, do qual o vencedor de entre essas oito equipas também terá lugar nos Jogos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.