O árbitro de ténis francês Anthony Pravettoni foi suspenso por oito meses e multado em cinco mil dólares (4.600 euros) pela Unidade de Integridade do Ténis por participar em apostas.

O castigo, que entrou em vigor em 09 de abril, pode ser reduzido para três meses e quatro mil dólares se o árbitro se submeter ao programa anticorrupão no ténis e não voltar a estar envolvido nesse tipo de atividades.

Uma investigação da UIT comprovou que, entre 24 de fevereiro e 27 de agosto de 2019, Pravettoni fez 42 apostas em jogos de ténis profissional, tudo partidas em que não esteve envolvido.

As apostas estão totalmente proibidas aos árbitros de ténis e outros elementos oficiais, segundo as regras internacionais da modalidade.

A UIT é uma iniciativa conjunta da ATP, WTA, ITF e Gran Slam, comprometidos conjuntamente na 'tolerância zero' no campo da corrupão relacionada com as apostas no ténis profissional.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.