O tenista sérvio Novak Djokovic, que testou positivo à COVID-19, tem sido fortemente criticado pela organização do Adria Tour, um torneio de exibição nos Balcãs, em que outros atletas ficaram igualmente infetados. O pai do tenista sérvio tinha já defendido o filho, agora foi a vez da mãe.

"O que estão a escrever sobre ele é horrível, embora já estejamos acostumados. Obviamente têm algo contra ele. parece que estavam à espera que algo assim acontecesse", começa por dizer Dijana, mãe de Djokovic.

"Estamos todos bem. Novak deu positivo mas não significa que esteja mal. Ele é jovem, cuida-se muito, por isso é mais fácil lidar com esta situação. Nós estávamos com ele no Adria Tour e por isso também fizemos testes, assim como as crianças, demos todos negativo", acrescentou.

COVID-19: Djokovic admite que “errou” ao organizar Adria Tour “demasiado cedo”
COVID-19: Djokovic admite que “errou” ao organizar Adria Tour “demasiado cedo”
Ver artigo

Além de Djokovic, também a mulher, Jelena, tiveram resultados positivos à COVID-19, enquanto os filhos do líder do ténis mundial tiveram resultados negativos nos testes efetuados em Belgrado. A família ficará agora em confinamento durante 14 dias.

Inicialmente, ainda na cidade croata de Zadar, Djokovic recusou fazer o teste da COVID-19, alegando que não tinha quaisquer sintomas, mas acabou por realizá-lo já em Belgrado, assim como os membros da família que viajaram com o líder do ‘ranking’ mundial.

A final do Adria Tour, que deveria ter decorrido no domingo, acabou por ser cancelada, devido ao caso positivo de Grigor Dimitrov, o primeiro a ser revelado.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.