A Associação de Tenistas Profissionais (ATP) informou hoje que enquanto a atividade estiver suspensa, pelo menos até dia 13 de julho, devido à pandemia de COVID-19, as contagens dos ‘rankings’ não contam para efeitos de recordes.

“O ATP confirmou que o congelamento do FedEx ATP Rankings, com efeitos a partir de 16 de março de 2020, também se aplica a quaisquer recordes durante o período de suspensão do 'Tour'”, escreveu o organismo na rede social Twitter.

Esta medida faz com que as contagens das semanas dos jogadores no top-10 do circuito ou do líder mundial fiquem suspensas, algo que também a WTA, que rege o ténis feminino, decidiu aplicar.

A nível global, a pandemia de COVID-19 já provocou quase 127 mil mortos e infetou mais de dois milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 428 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 599 das 18.091 pessoas registadas como infetadas.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa quatro mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.