O confronto entre o Japão e o Equador, da Taça Davis em ténis, vai ser disputado à porta fechada, como medida preventiva contra o coronavírus Covid-19, anunciou hoje o patrocinador da competição.

A empresa disse que tomou a decisão após consultar a Federação Internacional de Ténis (ITF) e as autoridades japonesas, para "dar prioridade à segurança dos adeptos e dos jogadores participantes" no confronto, marcado para Miki.

Na terça-feira, a Federação Japonesa de Futebol tinha adiado até 15 de março todos os encontros oficiais.

O balanço provisório da epidemia do coronavírus Covid-19 é de, pelo menos, 2.763 mortos e cerca de 81 mil infetados, de acordo com dados reportados por mais de 40 países e territórios.

Das pessoas infetadas, quase 30 mil recuperaram.

Além de 2.717 mortos na China, onde o surto começou no final do ano passado, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França e Taiwan.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência de saúde pública de âmbito internacional e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão nos últimos dias.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.