O torneio de Montreal, no Canadá, que deveria realizar-se entre 10 e 16 de agosto, foi cancelado devido à pandemia de COVID-19, anunciou hoje a Associação de Tenistas Profissionais Femininas (WTA).

“Devido às medidas impostas pelo governo do Quebeque, que proíbem a realização de eventos até 31 de agosto de 2020, a Montreal Rogers Cup adia o seu evento para 2021", divulgou o organismo que rege o ténis feminino, no sítio oficial na Internet.

A WTA reforçou que “a saúde e a segurança serão sempre a prioridade”, admitindo que o cancelamento da prova deste ano foi uma “decisão difícil de tomar”.

A Associação de Tenistas Profissionais (ATP) e a WTA já tinham suspendido todas as provas até 13 de julho de 2020, devido à pandemia.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já provocou mais de 103 mil mortos e infetou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Dos casos de infeção, mais de 341 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia, e o continente europeu é neste momento o mais atingido, com cerca de 870 mil infetados e de 71 mil mortos.

Em Portugal, que está em estado de emergência desde 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, registaram-se 470 mortes e 15.987 casos de infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.