O tenista sul-africano Kevin Anderson vai falhar o Estoril Open, que arranca na segunda-feira, bem como a restante temporada em terra batida, devido a lesão, anunciou hoje o número seis mundial.

"Estou muito desapontado por não poder ir até ao Estoril este ano. Tenho tido problemas no cotovelo durante todo o ano e, infelizmente, está a demorar mais tempo do que o esperado para melhorar. O vosso torneio é um dos meus preferidos e da minha mulher Kelsey. Sempre nos fizeram sentir em casa. Desejo-vos o melhor e que o evento seja um sucesso", escreveu Anderson, numa resposta enviada ao diretor da prova, João Zilhão.

O tenista, de 32 anos, arrancou a época com o pé direito, ao sagrar-se campeão do torneio indiano de Pune, mas depressa começou a ser perturbado por problemas físicos.

Depois de perder na segunda ronda do Open da Austrália, em janeiro, diante do norte-americano Frances Tiafoe, por 3-1, Kevin só voltou a competir no final de março, no Masters 1.000 de Miami, nos Estados Unidos, tendo batido João Sousa na segunda ronda antes de ser travado nos quartos de final pelo suíço Roger Federer, sempre por 2-0.

Sem poder defender o título arrecadado no ano passado em Nova Iorque, o finalista do US Open 2017 e de Wimbledon 2018 optou por abdicar da temporada no pó de tijolo em toda a linha, não tendo comparecido na semana passada ao torneio monegasco de Monte Carlo, o primeiro grande torneio do ano em terra batida.

"Sabíamos da condição de que padece o Kevin e ele foi-nos mantendo a par da lesão. Há uma semana parecia melhorar, mas não o suficiente. O Kevin é um grande profissional e, para ter tomado a decisão que tomou, é porque não pode mesmo competir. Como é um jogador que nos é próximo e gosta muito do nosso torneio e da área de Cascais, convidei-o pessoalmente a vir cá passar uns dias durante a semana", referiu Zilhão.

Além do Estoril Open, Kevin Anderson também falha os Masters 1.000 de Madrid e Roma, bem como o torneio de Roland Garros, o segundo ‘Grand Slam' da temporada.

Em relação ao torneio português, Kevin Anderson entrega o estatuto de primeiro cabeça de série ao grego Stefanos Tsitsipas, sendo substituído pelo boliviano Hugo Dellien, 74.º da hierarquia da ATP e o primeiro jogador que tinha ficado de fora da lista de entrada no fecho das inscrições.

A quinta edição do Estoril Open arranca no sábado com o ‘qualifying’, prosseguindo com o quadro principal, entre segunda-feira e 05 de maio.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.